Vale não aceita reivindicações de emergência e revolta moradores atingidos por rompimento de barragem em Brumadinho

Negativa da empresa gerou revolta, tensão, gritos e discussões nesta terça-feira (5).



Reunião tem representantes da Vale, Ministério Público e comunidade de Brumadinho nesta terça-feira (5) — Foto: G1/Tahiane Stochero
Reunião tem representantes da Vale, Ministério Público e comunidade de Brumadinho nesta terça-feira (5)
— Foto: G1/Tahiane Stochero

 

Em uma reunião tensa que durou mais de 2 horas e contou com cerca de 450 moradores e produtores rurais em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, representantes da mineradora Vale não aceitaram as reivindicações emergenciais da comunidade.

A negativa da empresa gerou revolta, tensão, gritos e discussões. A Polícia Militar teve de intervir para conter um princípio de tumulto entre pessoas ligadas à empresa e os moradores do Parque da Cachoeira, um dos bairros mais afetados pelo rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão.

A reunião contou com a presença de representantes do Ministério Público de Minas Gerais, Ministério Público Federal, Defensoria Pública da União, Defensoria Pública de Minas Gerais, entidades religiosas, um gerente e dois advogados da Vale.

Esta é a terceira reunião da comunidade com a Vale e os moradores esperavam uma resposta dos representes da mineradora sobre um pedido de reivindicações feito há mais de uma semana. Eles queriam o seguinte:

  • Uma doação de R$ 5 mil a todos os moradores do Parque da Cachoeira;
  • Que a Vale assuma todas as dívidas dos produtores rurais obtidas com financiamento para as lavouras e plantações perdidas;
  • Um pagamento mensal de um salário mínimo a todos os moradores;
  • Meio salário mínimo a todo adolescente e 25% do salário mínimo por criança.

Os representantes da Vale disseram que não poderiam atender as reivindicações. Eles disseram que "precisam de informações para tomar a decisão" e "não têm autonomia para isso".

 





Buscar

Siga-nos

Enquetes

Nenhuma enquete encontrada.

Parceiros

Publicidades



89 FM João Câmara | Todos os direitos reservados
89fmjc@gmail.com / (84) 3262 - 2466 || (84) 9 8781 - 2337