RN enfrenta desabastecimento de soros contra venenos e raiva, diz secretário de Saúde

Três hospitais vão concentrar o estoque que ainda existe. Pasta quer fazer monitoramento diário e evitar desperdícios.



Morcegos hematófagos podem transmitir a raiva. RN teve 26 casos da doença registrados em animais, de janeiro a maio.  — Foto: Adapec/Divulgação
Morcegos hematófagos podem transmitir a raiva. RN teve 26 casos da doença registrados em animais, de janeiro a maio
— Foto: Adapec/Divulgação

 

O Rio Grande do Norte enfrenta um desabastecimento de soros para tratar mordidas e picadas de animais peçonhentos, segundo confirmou o Secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia. Outro insumo em falta é o inseticida malation utilizado pelos carros fumacê no combate ao mosquito aedes aegypti.

Os soros antivenenos e antirábicos, utilizados para tratar mordidas de cobras, escorpiões e morcegos, por exemplo, são fornecidos pelo Ministério da Saúde, mas tiveram "redução considerável" na produção.

Segundo o secretário, o estoque da Sesap está muito reduzido e é insuficiente para o prazo mínimo de regularização, que é de seis meses. Ele afirma que desde 2013 o governo federal vem enviando um número de soros menor do que o solicitado pelos estados. O cenário se deve às adequações necessárias, por parte dos laboratórios produtores, para cumprir as normas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 





Buscar

Siga-nos

Enquetes

Nenhuma enquete encontrada.

Parceiros

Publicidades



89 FM João Câmara | Todos os direitos reservados
89fmjc@gmail.com / (84) 3262 - 2466 || (84) 9 8781 - 2337