Decisão da Justiça Federal do DF permite a Henrique Alves cumprir prisão em casa

Desembargador do DF revogou prisão do ex-ministro motivada pela Operação Sépsis. Mas ele tem prisão domiciliar a cumprir no caso da Operação Manus.



Ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves foi preso no dia 6 de junho de 2017 (Foto: Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves foi preso no dia 6 de junho de 2017
(Foto: Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo)

 

A Justiça Federal concedeu nesta quinta-feira (3) liberdade ao ex-ministro Henrique Eduardo Alves. O habeas corpus foi concedido pelo desembargador Ney Bello no processo da operação Sépsis que é um desdobramento da Lava-jato e investiga suposto esquema de propinas envolvendo financiamentos do Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS), administrado pela Caixa. Alves está preso desde o dia 6 de junho de 2017 na Academia de Polícia do Rio Grande do Norte. 





Buscar

Siga-nos

Enquetes

Nenhuma enquete encontrada.

Parceiros

Publicidades



89 FM João Câmara | Todos os direitos reservados
89fmjc@gmail.com / (84) 3262 - 2466 || (84) 9 8781 - 2337